Vivendo no Deserto (Testemunho dos Fm's Ana e Gabriel)

 O Deserto do Atacama é o deserto mais seco do mundo. Ele se estende maiormente pelo Chile, mas também pelo Peru e Bolívia. Em pleno deserto as temperaturas podem variar entre 30 ºc a -10 ºc em um mesmo dia, as precipitações são quase nulas e só existe vida em Oasis.  Varias etnias indígenas vivem aí, principalmente Quéchuas e Aimarás, e existem muitas minas que cobre e outros metais.

IMG_6912.JPG

 No coração deste deserto existe uma cidade que no passado foi um enorme Oásis, mas hoje é uma moderna cidade que vive da mineração. Esta cidade é tão seca quanto o deserto e as pessoas precisam de Cristo, por isso uma família de missionários vivem nela, pregando e anunciando a Água da Vida que é Jesus.

foto_0120110218152523.jpg

Gabriel e Ana são os Filhos dessa família missionária e nos contam um pouco de como é viver em um lugar assim:

"Uma vantagem é que não caem folhas e galhos nas ruas e jardins e uma desvantagem é quando venta vem areia em nossas caras. No nosso dia a dia tomamos café da manhã, vamos ao colégio e voltamos na hora do almoço, pela tarde vamos de novo ao colégio." Gabriel la Banca

"Calama tem uma grande quantidade de cachorros e poeira. Durante o dia há quatro estações, pela manhã é inverno, ao meio dia já é verão, na tarde primavera e a noite um outono. É um lugar único e especial. Como o ar é muito seco, o cabelo e a pele ficam secos, os lábios feridos e existem muitas doenças por causa do frio e a altura." Ana la Blanca

 Neste lugar tão seco e com muitas dificuldades Ana e Gabriel trabalham muito ajudando os seus pais na obra missionária:

"Meus pais plantam igrejas, fazem trabalhos evangelísticos e missionários. Nós os ajudamos fazendo visitas, nos cultos nos lares, e levando amigos e colegas para a igreja. Eu gosto de fazer missões, me sinto bem." Gabriel la Banca

"Meus pais trabalham com principalmente com jovens e adolescentes, com eles fazemos acampamentos, caminhadas, congressos, cultos e outras coisas. Agora estamos trabalhando com as mães dos jovens junto à união feminina. Nós ajudamos em tudo." Ana la Blanca

world_travel_symbols_312136.jpg

 Apesar de sempre estarem trabalhando na obra e estudando eles gostam muito de viajar, principalmente quando vão falar do trabalho missionário para as outras pessoas:

"Gosto de ser um FM porque nós evangelizamos e ajudamos as pessoas e também gosto de ir ao Brasil promover missões. " Gabriel la Banca

"Me sinto especial sendo filha de missionários, porque me traz uma sensação boa de saber que estamos fazendo o correto, e estamos trabalhando para Deus. Quando promovemos missões fico feliz de saber que existem pessoas que nos conhecem e oram por nós." Ana la Blanca

Eles não são uma família comum, não só pelo fato de serem missionários ou morar no deserto, mas porque Gabriel e Ana são chilenos, sua mãe uma brasileira e seu pai um uruguaio!

"É muito bom ter pais de diferentes nacionalidades, pois conhecemos vários lugares, cidades e pessoas. Temos costumes bem misturados e uma alimentação muito boa. Aprendi a falar português e espanhol lendo muito e escutando meus pais e outras pessoas conversando. O espanhol eu aprendi primeiro pois nasci no Chile." Gabriel la Banca

"As vezes é difícil viver com duas ou três culturas ao mesmo tempo, mas as outras pessoas acham interessante."  Ana la Blanca

1436562328517-world_map9.jpg

Apesar de algumas diferenças eles convivem em harmonia pois tem um mesmo objetivo, servir a Deus! Para finalizar Ana faz um pedido para as igrejas:

"Quero pedir que possam estar orando por minha família, pelos meus estudos, e também pelos jovens da minha Igreja e o novo campo missionário de meus pais."

-Davi Faria (FM no Chile)

|

Comentarios

Muito bom ler o testemunho de Gabriel e Ana. Percebemos o quanto eles estão envolvidos com o trabalho missionário e que são conscientes da necessidade de falar do Evangelho para as pessoas.


Que Deus os abençoe e sustente sua família.

Responder

Escreva um comentário

Desea usar sua foto? - Inicie sua sessão ou Cadastre-se grátis »
Comentários a este artigo no RSS

Comentarios recientes

Cerrar